Coopercuc

English content

Criada em 2004, a Coopercuc é formada por 271 cooperados, em sua maioria mulheres, que produzem deliciosos doces e geleias a base de frutas nativas do sertão.

Através da linha Gravetero, a cooperativa comercializa seus produtos nos mercados mais sofisticados do Brasil e exporta para Itália, França e Áustria.

27/04/2018

Abertura do 10º Festival do Umbu reforça o contexto de luta das organizações sociais pelo desenvolvimento rural das comunidades e convivência com o semiárido

Na manhã desta sexta-feira (27), foi realizada a abertura oficial da 10ª edição do Festival do Umbu, em Uauá-Ba. Agricultores(as), cooperados (as), estudantes, líderes comunitários, representants estaduais, municipais e de organizações sociais estavam reunidos durante a solenidade.

A presidente da Coopercuc, Denise Cardoso, ressaltou o caráter histórico da edição que comemora 10 anos de valorização da Agricultura Familiar e da sociobiodiversidade da Caatinga. “Estamos aqui hoje fazendo a abertura do 10º Festival do Umbu, uma edição histórica pra Coopercuc, no sentido de construir a convivência com o semiárido, no contexto da produção e beneficiamento de frutas nativas.  Nós utilizamos esse espaço para mostrar o que nós conseguimos fazer aqui na região, um trabalho tão bonito, em nome da Coopercuc. Hoje, nós temos 271 cooperados, mas a gente trabalha com mais de 2 mil famílias. Isso significa muito pra gente”, destacou.

Para o prefeito municipal de Uauá, Lindomar Dantas, a união entre Canudos, Uauá e Curaçá, através da Coopercuc , é um entrelaçamento de forças, ideias e iniciativas. O secretário de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, destacou sobre a diversidade gastronômica da região que valoriza os produtos da Caatinga através de movimentos e eventos como o Festival do Umbu.

Os cooperados e cooperadas foram representados por Maria Dalva Ferreira Matos, que integra o grupo de fundadores da Coopercuc.  A agricultora reafirmou a luta social que desenhou a história da cooperativa e destacou a importância do engajamento político para a conquista de políticas públicas e manutenção de direitos conquistados. Aroldo Shistek, representante do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada, ressaltou sobre a união de milhares de famílias em torno de uma produção sustentável, na luta pelo fundo de pasto que preserva o meio ambiente.

A abertura também contou com a presença da secretária da Sepromi, Fabya Reis, representantes da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), do Pró-Semiárido, da Superintendência de Assistência Técnica (Bahiater) e da Superintendência da Agricultura Familiar (SUAF). Também compuseram a mesa o presidente da Câmara de Vereadores de Uauá, Rodrigo de Zé Mário, o prefeito de Canudos, Genário Rabelo, o Deputado Federal da Bahia, Afonso Florence, os Deputados Estaduais Fátima Nunes e Zó. Representantes da  ASA, Sasop, Efase, Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Uauá e Canudos, Sebrae, Central da Caatinga, Consea Estadual e Univasf.

A programação do Festival segue até o sábado (28), com exposição de produtos da Agricultura Familiar e Economia Solidária, espaços de formação, apresentações e concursos culturais e shows musicais. O 10º Festival do Umbu é realizado pela Cooperativa Agropecuária de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), com apoio do Governo do Estado da Bahia, das prefeituras de Canudos, Uauá e Curaçá e de organizações sociais parceiras.

Comunicação Coopercuc

Foto: Joaquim Neto

Conteúdo Relacionado: .Capa, .Notícias, Geral

Cadastre seu email e receba as novidades do nosso site:

Gilberto Gil: "O SERTÃO É COMO UMBU, DOCE QUANDO TEM QUE SER DOCE E AZEDO QUANDO TEM QUE SER AZEDO"

DoDesign-s Design & Marketing