Coopercuc

English content

Criada em 2004, a Coopercuc é formada por 204 cooperados, em sua maioria mulheres, que produzem deliciosos doces e geleias a base de frutas nativas do sertão.

Através da linha Gravetero, a cooperativa comercializa seus produtos nos mercados mais sofisticados do Brasil e exporta para Itália, França e Áustria.

28/04/2017

Geração de renda a partir da alimentação saudável desperta atenção de participantes do 9º Festival do Umbu

No segundo e último dia do Festival do Umbu, que acontece em Uauá desde ontem (28), as/os participantes puderem discutir temas de relevância para a promoção de uma produção integrada e apropriada ao Semiárido. Dois painéis atraíram a atenção do público ao abordar as temáticas “Desafios da sustentabilidade Alimentar” e “Caprinocultura de leite: entraves, desafios e organização”.

A partir de articulações do governo da Bahia, estão garantidos recursos da ordem de 23 milhões de reais para o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) na modalidade Leite, o que vai proporcionar aos agricultores/as a venda de até mil litros de leite de cabra para o governo do estado. O leite produzido será processado e armazenado em uma Unidade de Laticínio já existente na comunidade de Testa Branca, após ser estruturada e feitas as devidas adequações.

A preocupação com as exigências básicas para garantir o fornecimento do leite de cabra para esse mercado institucional foi então o tom do painel que contou com a participação tanto de representações do governo do estado quanto da prefeitura de Uauá. A Superintendente de Inclusão e Segurança Alimentar da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Governo da Bahia, Rose Pondé, apresentou essa e outras possibilidades para que a produção de leite seja mais uma fonte de renda para as famílias de Uauá, Curaçá e Canudos.

“Eu acredito muito no associativismo e no cooperativismo, foi assim que tudo se iniciou aqui com o umbu a partir de 2003 e hoje nós temos essa comercialização tão grandiosa e essa produção sustentável, inclusiva, promovendo equidade, justiça social e segurança alimentar”, afirma Rose Pondé. Ela diz que essa mesma linha deve ser seguida agora com o sistema produtivo da caprinocultura.

Essa é uma oportunidade que o agricultor e criador José Uilson Moura, de Serra da Besta, espera para garantir a “Integração dos Sistemas Produtivos do Semiárido”, tema desta 9ª edição do Festival do Umbu. Ele é cooperado da Coopercuc e diz que além de catar o umbu na área de Fundo de Pasto já produz frutas como maracujá do mato, manga e cultiva o próprio umbu, mas que agora aposta no melhoramento do seu rebanho para aumentar a fonte de renda da família com a venda do leite de cabra através do PAA.

Esta discussão está associada aos temas dos demais painéis que também aconteceram neste último dia do Festival. A domesticação de frutíferas da Caatinga foi apontada como uma estratégia importante para lidar com a estiagem e assim garantir o beneficiamento e a comercialização de tantos produtos que hoje contribuem para o crescimento da economia solidária baseada na Convivência com o Semiárido na região. Outro painel debateu a urgência em retomar os hábitos saudáveis de alimentação, apelando para a volta as origens da humanidade, onde as pessoas se alimentavam do que a terra produzia dentro de um processo natural e sustentável, garantindo assim para as famílias uma renda fixa e uma vida saudável para produtores/as e consumidores/as.

Nesta tarde houve ainda a entrega simbólica de 50 mil mudas de palmas a três comunidades de Uauá contempladas com os editais Caprinos e Ovinos do Bahia Produtiva, através do governo da Bahia. O encerramento das discussões foi marcado pela apresentação dos/das concorrentes aos concursos de poesia em cordel e pintura de tela, sendo premiados logo em seguida os/as vencedores/as em cada modalidade.

A 9ª edição do Festival do Umbu é uma realização da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá e conta com apoio do Governo do Estado da Bahia, das Prefeituras de Uauá, Canudos e Curaçá, das organizações parcerias e de agricultores e agricultoras e visitantes que estão colaborando para o sucesso do evento.

Ascom Agência Chocalho

 

Conteúdo Relacionado: Agricultura familiar, Capa, Festival do Umbu, Geral

Cadastre seu email e receba as novidades do nosso site:

Gilberto Gil: "O SERTÃO É COMO UMBU, DOCE QUANDO TEM QUE SER DOCE E AZEDO QUANDO TEM QUE SER AZEDO"

DoDesign-s Design & Marketing